Luke Cage

luke-cage-trailer-2-post-1

As series da marvel na netflix desde seu inicio foram um exemplo de qualidade, mas parece que as coisas mudaram com Luke Cage.

Primeiro de tudo,quem é Luke Cage?
Esse é um caso especifico em que precisamos avaliar o contexto da época em que o personagem foi criado. Stam Lee sempre foi um aproveitador que se apropriava da moda do momento, no caso era a época da luta dos direitos dos negros nos Estados Unidos, e com isso em mente foi criado Luke Cage um negro estereotipado com um quite básico de poderes(no caso força sobre humana e invulnerabilidade). Junto do pantera negra foi um dos primeiros super heróis negros.

O personagem com o passar dos anos sofreu algumas mudanças, seu uniforme amarelo berrante foi mudado pra algo mais atual e realista e alem disso teve um relacionamento serio com a heroína jessica Jones, que ate hoje é explorado em suas historias, apesar de tudo isso nunca foi um personagem muito popular, sempre esteve ali no meio dos heróis de rua como demolidor.

Luke Cage é uma serie que deixa muito a desejar, principalmente em comparação com as series anteriores, o maior problema é o ritmo, Infelizmente o formato netflix de sair maratonando tudo de uma vez, aqui não funciona as cenas são muito arrastadas e não te empolga o suficiente pra continuar vendo.

Mas nem tudo foi um desastre o ponto forte da serie é sua critica social ao preconceito com os negros, sobre a cultura do Harlem. Os atores foram muito bem escalados nesse ponto não tenho nada a reclamar, só acho que alguns personagens podiam ser melhor aproveitados.

Por fim meu conselho é se for ver essa serie, não espere algo espetacular como demolidor, e tambem não faça maratona veja com calma essa serie.Agora só nos resta esperar que punho de ferro seja melhor.

DEMOLIDOR SEGUNDA TEMPORADA(com spoilers)

demolidor-2c2ba-temporada-wallpaper-velada-dimensao

Finalmente a tão aguardada segunda temporada de demolidor, que tive que madrugar pra ver tudo de uma vez pra não tomar spoilers, pretendo no futura falar um pouco sobre esse circulo vicioso de hype e spoiler, mas enfim vamos ao que achei dessa segunda temporada.

Confesso que no inicio tinha um pé atras com essa segunda temporada, pois inicialmente o planejamento da netflix era ter uma temporada pra cada personagem e então tudo convergiria na serie dos defensores, mas demolidor foi um sucesso tão grande que na mesma semana anunciaram a segunda temporada.

Ou seja não foi algo planejado apenas estavam correndo atras do sucesso, e dai começaram a anunciar que teria justiceiro e Elektra, e meus medos foram alimentando, cheguei a pensar que essa segunda temporada seria um grande fanservice, felizmente eu estava errado.

A serie trabalha muito bem esses novos personagens,principalmente o justiceiro que esta muito fiel as hqs,principalmente no que diz respeito ao seu relacionamento com o demolidor, sendo seu ápice no episodio três onde temos a cena clássica com o demolidor acorrentado, e os dois personagens discutem sobre suas ideologias, a Elektra estava muito bem tambem e ficou muito bem amarrado a relação dela com o Stick e os ninjas do tentáculo.

Mas não só de personagens novos esse temporada é feita, temos um excelente desenvolvimento de personagem do foge, o que me surpreendeu bastante pois não esperava ver esse personagem tomando tanta atitude em relação a tudo que esta acontecendo, principalmente com seu relacionamento com o Matt,Pager é outra que tambem surpreendeu com todo esse esquema dela de investigar o passado do justiceiro e o envolvimento romântico com o Matt que deu muito mais profundida pra personagem se comparado com a primeira onde ela meio que, é dependente dos outros.

Por ultimo mas não menos importante a breve mas não menos expressiva, aparição do rei do crime que mostra que mesmo presso não esta de mãos atadas, e agora o que tudo indica parece que as coisas estão rumando pra famosa que da de Murdock.

Se você ainda não viu veja pois vale muito apena, e se já viu comente aqui o que achou e se discorda de min ou não.

CONSTANTINE

constantine-ryan

Em 2005 fomos agraciados com aquele filme do constantine, que deixou bem desejar sendo uma adaptação bem diferente do que conhecíamos nos quadrinhos, em 2015 tivemos o retorno do personagem desta vez numa serie de tv.

Me lembro de ter acompanhado algumas noticias ante da estreia da serie em si, e havia gostado pelo menos do visual do constantine, que dessa vez estava mais fiel as hqs, mas com o incio da serie logo de cara vieram os problemas no inicio da serie constantine não fuma, o que é uma marca registrada do personagem e tambem algo que resulta num dos arcos mais icônicos da hq, mas dos males esse o menor, o tom da serie com sua sequencia episódica seguindo a receita de bolo do monstro da semana, alem dos efeitos especiais que são muito abaixo das outras series da DC.

Se a um elogio a se fazer sobre essa serie é sobre as varias referencias aos quadrinhos como a primeira historia do constantine,que é adaptada no quarto episodio da serie entre outras coisas mais sutis, os estão ok nenhum se destaca muito mas tambem não teve nenhum que me desagradou a atuação.

Por fim, infelizmente pra min essa serie do constantine acabou não passando de um supernatural de baixo orçamento, mas ainda tenho esperança de um dia ver uma adaptação bem feita do personagem

JESSICA JONES

jessica-jones-marvel-netflix-logo

E não é que o mesmo raio cais duas vezes no mesmo lugar, apos a surpresa que foi a serie do demolidor, sendo um sucesso de critica, criou-se um hipe, para as outras series que no fim, irão formar os defensores.

jessica jones entra naquela categoria de personagem de quadrinhos que ninguém conhece, e quem conhece não se importa, do pouco que vi da hq o que entendi é que foi um esquema da editora de , vamos fazer uma hq “adulta” mas no fim não passou de um genérico com sexo e violência rotulado de adulto.

A serie na verdade pega bem pouca coisa da hq, o que é bom pois acaba sendo uma surpresa o desenrolar da serie mesmo pra quem leu as hqs, jessica é uma personagem feminina fantástica, a forma unica como ela lida com as coisas, guardando tudo pra si mesma e depois acaba explodindo em vários momentos, é muito bem trabalhada essa questão do trauma dela, mas quem rouba a cena e o vilão kil grave, uma excelente escolha de ator, em vários momentos você questiona as motivasoes dele e ate acaba sentindo pena alguns momentos.

Com certeza recomendo essa serie assim como recomendei a serie do demolidor, ate o momento a parceria marvel netflix esta dando frutos, e fiquem no aguardo pra serie do luke cage.

Agent Carter

 

A carmen sandiego da marvel, apos o sucesso da personagem nos filmes resolveram dar a personagem sua propia serie, e o que eu achei?

Inicialmente fiquei com um pé atrás devido a minha experiencia com agentes of shild, que foi uma verdadeira montanha russa,mas no fim acabou me agradando a serie, não é nada genial, mas é boa naquilo que se propõem, de ser algo mais descompromissado e divertido, pelo menos em relação as outras series da marvel.

Com o fim da guerra agora agente carter que no passado foi de grande ajuda para o exercito, agora esta reduzida a uma simples secretaria da agencia, que por sua vez é ridicularizada por seus colegas de trabalho pelo simples fato de ser mulher, o que faz sentido levando em conta a época em que se passa a historia.

Os personagens são muito bons, a pegy carter consegue passar aquela sensação de mulher forte, mas sem deixar de lado sua feminilidade, alem do pessoal da agencia que tem uma relação bem orgânica com a personagem, mas quem rouba cena é o pai do tony stark que sempre aparece pra fazer merda na serie,e acompanhado dele o mordomo jarvis que tambem ficou muito bem na serie.

São apenas 8 episódios e vale apena ver ,e aproveitem pois daqui a pouco estreia a segunda temporada

THE FLASH

Meio atrasado mas hoje vou falar da serie do flash, pelo menos a primeira temporada pois ainda não tive tempo pra ver a segunda.

Primeiro de tudo sou fã daquela serie da década de 90, apesar de ser totalmente galhofa com uns efeitos especiais de quinta categoria, era muito divertida, e é interessante o pequeno link que fazem com essa nova serie, com os atores, como o pai do flash sendo o antigo flash e depois o ator do trapaceiro refazendo seu antigo papel, pra quem é mais saudosista isso é muito bom.

Mas falando da serie atual, quando anunciaram eu fiquei muito feliz gosto muito do flash, pra min um dos mais carismáticos da liga da justiça.Quando a serie finalmente estreou confesso que não curti muito esse esquema scooby doo de o vilão da semana, mas depois a serie meio que encontrou seu caminho.

Uma coisa que acho muito bacana é o fato da serie não se levar tao a serio como arrow, ela tira sarro de si mesma, como nos momentos com o cisco dando os nomes ridículos dos vilões e o pro pio flash usando seus poderes pra coisas banais como ir buscar um pizza em outra cidade.

Algo que me surpreendeu na serie foi o fato deles trabalharem com a questão de universos alternativos, algo rotineiro nos quadrinhos mas que ainda da um nó na cabeça de muita gente, então imagina apresentar isso pro publico comum, e não é que conseguiram.Eu não esperava que isso fosse dar certo pensei que ia acabar virando uma zona como na crise das infinitas terras nos quadrinhos,mas no fim a serie cumpriu bem a função de introduzir esses conceitos pro publico leigo.

Sobre a galeria de vilões, infelizmente a grande maioria é esquecível ou apenas bobo como o valentão de escola que ganha poderes, mas destaco o capitão frio que apesar do visual cartunesco funcionou bem pra serie, mas a grande estrela é sem duvidas o flash reverso toda a construção do vilão foi muito bacana do inicio ao fim, durante vários momentos eu fiquei na duvida se ele era ou não era o vilão.

Mas nem tudo é um mar de rosas pois as vezes acabamos caindo nos espinhos, o triangulo amoroso barry, “irmã” e policial bonitão pra min foi o ponto fraco da serie, mesmo que tenha tido uma certa importância pro prot não deixou de ser algo chato,e alem é claro dos crossovers com arrow que foram totalmente desnecessário.

enfim eu recomendo a serie flash principalmente pra quem não conhece o personagem,e quando tiver tempo vou dar uma olhada na segunda temporada,e comentem.

faz, ela ate tira sarro de si mesma,

Haru e Natsu – As cartas que não foram entregues

Aproveitando a comemoração de 120 anos da imigração japonesa, pela primeira e ultima vez vou falar aqui de um dorama, mas não qualquer dorama mas um que tem haver com o tema

Haru e Natsu é um dorama de oito episódios , exibida no Japão em 2005, pela NHK e que também chegou a ser exibida no Brasil, no canal Bandeirantes,a historia é baseada numa historia verídica, Grande parte das cenas gravadas no Brasil foram feitas numa fazenda em Campinas, interior paulista. Também houve gravações em Santos, Mairiporã e Atibaia.

Haru e Natsu reproduz o drama vivido por muitas famílias separadas pela imigração: Haru Takakura, a irmã mais velha, cumpre o destino de milhares de japoneses que vieram ao Brasil em busca de uma vida melhor. Trabalha em plantações de café e se habitua ao cotidiano das colônias. Mas apesar das privações no país distante de sua terra natal, se mantém rodeada pela família.

Enquanto isso no Japão, a solitária Natsu enfrenta as privações da guerra, presencia a reconstrução de seu país e vive a fase de crescimento econômico, se transformando em empresária de sucesso. Houve uma tentativa de contato. Por vários anos as irmãs escrevem cartas que nunca chegaram ao seu destino final, selando de vez a separação. Setenta anos depois, Haru finalmente consegue dinheiro para voltar ao Japão e tenta uma difícil reaproximação com sua irmã. O filme mostra também a exploração de alguns fazendeiros que faziam contratos com os emigrantes, “colonos”, segurando-os em dívidas por fornecimento de alimentos nas famosas vendinhas existente nas fazendas.

Apesar de serem muito ligados à sua terra e à sua cultura, muitas famílias não viram outra forma de sobreviverem a não ser, mudando-se para outros países como o Brasil, na esperança de juntar dinheiro e assim retornar ao Japão.
Poucos conseguiram voltar, pois o Brasil não era a ¨galinha dos ovos de ouro¨ em que muitos japoneses acreditavam. Sem dúvidas nenhuma, esse série representou bem o drama da Imigração Japonesa no Brasil.

Eu sinceramente não são um grande fã de doramas não curto a atuação exagerada dos japoneses, apesar de entender que isso é algo da cultura deles que vem do teatro e afins, ainda me parece muito caricato o que me incomoda,mas haru e natsu é um caso a parte conheci pela band foi muito bacana pois passaram legendado, é um drama muito bom e tambem é interessante ver as relações culturais entre Brasil e Japão quem ainda não conhece eu recomendo que vá ver, são apenas 8 episódios e vale apena.

ARROW A NOVELA MEXICANA

arrowterminei de ver a primeira temporada de arrow, depois de muito tempo adiando consegui arranjar tempo pra assistir e o que achei?

Sinopse
Após um violento naufrágio, o playboy milionário Oliver Queen é dado como morto. Cinco anos depois, ele é resgatado de uma ilha do Pacífico e enviado de volta a Starling City. Quem lhe dá as boas-vindas é sua mãe Moira, sua querida irmã Thea e seu melhor amigo Tommy. Entretanto, pouco a pouco, todos começam a perceber que Oliver já não é o mesmo de antes. Tentando disfarçar a mudança, Oliver decide consertar alguns erros do passado. E o primeiro deles é tentar reconciliar-se com a ex-namorada, Laurel Lance. Enquanto reinicia sua vida junto da família, secretamente Arrow vigia as ruas da cidade, lutando contra as atrocidades da sociedade, trazendo de volta o brilho à Starling City. De dia, Oliver atua como um milionário despreocupado, sempre acompanhado do seu guarda-costas e motorista John Diggle, que o ajuda a ocultar sua verdadeira identidade quando cai à noite. Só que o pai de Laurel, o detetive Quentin Lance, está decidido em colocar o personagem misterioso atrás das grades.

Bom nunca fui um grande fã do arqueiro verde, nem mesmo conhecia a origem do personagem, todo meu conhecimento sobre esse personagem se resume ao que vi no desenho da liga da justiça, então pra min foi tudo uma surpresa no bom e no mal sentido da coisa.

No começo e interesante as passagens entre o presente e o tempo que Oliver passou na ilha mas no decorrer dos episódios isso começa a ficar a maçante a historia da ilha vai se esticando e se esticando ate ficar cada vez mais chato.

Pra min o ponto alto da serie e quando ela aborda personagens do universo DC como exterminador, pistoleiro entre outros mas quando o foco vai pra mãe vilã, irma drogada e a ex namorada problemática a coisa vira uma bela novela mexicana com direito a tudo que é choradeira, pra min tem muita coisa errada nesse núcleo familiar do Oliver em alguns momentos chegam a ser forçados.

Uma coisa que achei interesante no começo foi esse clima mais sombrio a serie tenta ser um batman begins mas falha miseravelmente, o fato de tentarem deixar as coisas mais realistas é interesante tipo o arqueiro não tem uma flecha com uma luva de box na ponta como no desenho, mas as vezes acaba sendo um tiro no pé como no caso da canário negro, que em vez de ter um poder de grito sônico, foi reduzida a uma mulher comem com um dispositivo de ondas sonoras.O final dessa primeira temporada não foi de todo ruim pelo menos o plano do vilão funcionou algo que eu não esperava.

No geral arrow pra min é uma serie mediana tem algumas coisas interessante no meio mas boa parte é novela mexicana, vou continuar acompanhando pra ver no que da.

semana que vem vou falar o que achei da serie the flash

Demolidor Netflix

Essa serie do demolidor é a prova de como tem gente desocupada no mundo, teve gente que maratonou a serie toda no mesmo dia que saiu. Queria ter feito esse post quando saiu a serie mas fiquei doente(síndrome de togashi), então chega de enrolação e vamos ao que interessa.

Meu primeiro contato com o demolidor foi quando o personagem fez uma aparição naquele desenho do homem aranha na década de noventa, na época com a minha cabeça de criança embrome de ter pensado o seguinte, m”mas que bosta de super herói, é um cego que enxerga”.

Muitos anos depois vi aquele filme demolidor o homem sem medo, e achei ok, não acho aquele filme horroroso como dizem.

e por fim apos os direitos voltarem para marvel, a mesma anuncia a serie do Netflix, e na época eu sinceramente caguei pra essa noticia, enta~finalmente saiu e nesse dia a interne-te explodiu, em tudo que era lugar tava falando da serie do demolidor incluindo sites que não tinham nada a ver com super herói, foi o que despertou minha curiosidade.

E o que eu achei?

simplesmente a melhor serie de herói feita ate o momento, se você esta esperando algo como vingadores você esta no lugar errado, demolidor tem uma pegada bem diferente sendo uma serie violenta no bom sentido e adulta, o elenco esta muito bom principalmente o ator do rei do crime que apesar de ser um pouco diferente do dos quadrinhos funciona muito bem pra essa ambientação, a trama é muito bem amarrada e a passagem de cenas do presente para a infância de matt murdoc é muito boa. Por fim demolidor é uma serie muito boa, não apenas para o fã do demolidor ou para o fã de super heróis, mas sim para qualquer um é o tipo de serie que se pode apresentar pra quele amigo cabeça dura que pensa que super herói é só coisa de criança.

A serie é muito boa quem não viu veja imediatamente pois você não ira se arrepender.